PT | EN

Beraca lança extrato 100% natural e sustentável na in-cosmetics Latin America 2019

A Beraca lança seu extrato de açaí pro-aging na in-cosmetics Latin America, que acontece em 18 e 19 de setembro, no Expo Center Norte, em São Paulo. Além de ser 100% natural e sustentável, o extrato de açaí não tem aditivos e é produzido a partir do fruto da Região Amazônica, colhido por comunidades extrativistas locais que têm no açaí uma fonte de renda familiar, graças ao Programa de Valorização da SocioBiodiversidade®, estabelecido pela empresa no ano 2000.

O lançamento da Beraca se encaixa no conceito mundial: envelhecer com qualidade e estar satisfeito com suas experiências e aparência, de forma saudável. O termo anti-idade tornou-se ultrapassado quando o movimento pro-aging surgiu, afinal, não há motivos para condenar o avançar da idade sendo que é inevitável. Essa tendência veio para mudar o padrão de que envelhecer é ruim.

“Palavras como antigripal, anticoncepcional, antistress, etc foram criadas pela medicina para dar a ideia de combate, mas a idade não é uma doença ou uma ameaça à saúde que precisa ser combatida. O extrato de açaí da Beraca enaltece a tendência pro-aging com um fruto totalmente brasileiro em evidência que contém inúmeros benefícios. Na prática, o extrato é capaz de atenuar a formação de rugas, melhorar o viço e brilho da pele, proteger e reparar contra as agressões externas resultado do nosso cotidiano atribulado, além de ter se revelado por meio de testes de eficácia um poderoso antioxidante, com ótimos resultados antiglicação e antipoluição ”, completa Marianna Cyrillo, Gerente de Marketing da empresa.

Testes in vitro, conduzidos em laboratório independente, confirmaram a ação contra a poluição expondo células às impurezas que, na previamente foram tratadas com o extrato de açaí, reduzindo os efeitos em 58,5%. A Glicação é a ligação dos açúcares com as proteínas da pele, que, quando ocorre, diminui o viço e o brilho. As células tratadas com o produto apresentaram redução de 56,7% na formação destes agentes glicantes, se mostrando um ativo antiglicante. O extrato protege também as culturas celulares e previne a produção de ânion superóxido, por isso, é considerado antioxidante.

O fato de o açaí ser 100% brasileiro favorece também a nossa economia, principalmente na questão das exportações. Hoje, o Brasil exporta matérias-primas para a indústria cosmética de 155 países e é o principal fornecedor da América Latina, de acordo com a Secretária de Comercio Exterior e Ministério da Economia. Além disso, segundo a Euromonitor, nós, compradores, estamos em 4o lugar no ranking Top 5 de consumidores mundiais, atrás apenas dos EUA, China e Japão.

Na in-cosmetics Latin America, além de ter contato com o lançamento, o visitante terá uma experiência sensorial para criar e personalizar o próprio sérum facial e leave-in capilar de acordo com as necessidades, tendo à disposição: extrato de açaí, óleo de pequi, patauá, buriti e outros.

Cuidados com o planeta e com as pessoas

Os açaizeiros eram cortados, antigamente, apenas para a venda do palmito, o que rendia um faturamento significativo, porém, limitado. Após alguns meses sem capital e sem novas árvores para coletas, as famílias eram obrigadas se mudar. Reconhecendo este descompasso, a Beraca criou o Programa de Valorização da SocioBiodiversidade® e capacitou diversas comunidades da região amazônica para que se organizassem em cooperativas, além de fornecer treinamentos para ao valorização da “Floresta em Pé”, métodos seguros de coleta e benefícios do fruto do açaí, além de cursos específicos sobre administração financeira.

O trabalho ético do time de campo de biodiversidade da Beraca garante um valor justo aos ribeirinhos, sem a necessidade de intermediadores.“Nossa empresa também conta com uma equipe multidisciplinar que mensura os impactos diretos na natureza e na sociedade”, completa Marianna.